Pacientes oncológicos devem ser imunizados contra a Gripe

Compartilhar
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Print this page
Print

Câncer é considerado doença crônica e pertence a grupo prioritário de vacinação

Pacientes oncológicos devem estar atentos às datas de vacinação contra a gripe, pois o câncer é considerado uma doença crônica e, portanto, pertence a um dos grupos prioritários para a imunização. Neste ano, o dia D de mobilização, em que postos de todo o Brasil estarão abertos, será no dia 4 de maio. Devem se vacinar trabalhadores de saúde; povos indígenas; puérperas (mulheres até 45 após o parto); idosos (a partir dos 60 anos); professores, pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico, população privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, e funcionários do sistema prisional, além das gestantes e crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias).

A dose é essencial para não acarretar em prejuízos maiores à imunidade. “É muito importante que as pessoas em tratamento contra o câncer sejam vacinadas, pois já têm a imunidade diminuída, com mais chances de complicações quando gripadas”, reforça o Dr. Kleber Dal Toé, Cancerologista Clínico da Onkologica. A vacina da gripe não apresenta risco, pois é feita com fragmentos do vírus inativado, sem a capacidade de gerar a doença. “Infelizmente, informações falsas sobre vacinas têm colocado em risco a saúde da população. Doenças erradicadas estão reaparecendo por negligência na vacinação”, completa o especialista.

A imunização deve ser feita mesmo em pacientes em quimioterapia, porém não no mesmo dia em que receberam a medicação. Não devem tomar a vacina pacientes alérgicos à proteína do ovo, alergia à uma imunização anterior ou com quadros específicos de alterações, como baixo nível de plaquetas. A campanha deve levar 58 milhões de pessoas aos postos de vacinação de todo o País até o dia 31 de maio, conforme prevê o Ministério da Saúde.